• ULTIMAS

    Dia de Finados é a celebração da saudade e da memoria, a vida se intensifica em torno da morte

    ICÉM CARAÚBAS | GIDEL DE MORAIS | 01 DE NOVEMBRO DE 2017 - 23:55HS



    A morte faz parte da vida! E aceitar a morte não é fácil, ela é considerada pela grande maioria dos viventes, como a mais concreta das certezas humanas. A palavra morte é derivada do latim “mortem” e biologicamente significa cessação da vida, o fim de todos os projetos inacabados, também é verdade que é um assunto que incomoda. 

    A vida e a morte estão ligadas inseparavelmente, as pessoas nascem e morrem, vem e vão como todas as criaturas vivas, isso faz parte de um processo natural de evolução e desaparecimento. Embora todas as pessoas tenham consciências de que e terão um fim, a ideia de morrer parece ameaçar a vida, a morte nos dar medo! É um assunto que importuna o pensamento  das pessoas, aterrorizando o seu imaginário, sua descoberta é feita quase sempre de forma mais dolorosa, seja de um vizinho, de um parente distante, de um colega de trabalho, ou de alguém que morreu de forma inesperada, isso pode tornar as pessoas muito tristes e pensativas e fazê-las lembrar de sua própria qualidade de ente mortal. A humanidade sempre buscou explicações para morte, “através da mitologia e a religião surgiram às primeiras formas de pensamento criadas e desenvolvidas pelo homem, tentando dar respostas para a morte”. Eis o sentido maior do dia de 02 de Novembro, sacralizado feriado nacional e conhecido como dia de FINADOS. 

    Esse feriado é também uma oportunidade de rezar pelos entes queridos, acontecia que a igreja dedicava um dia do ano para rezar por todos os mortos, pelos quais ninguém rezava e dos quais, ninguém lembrava. No Brasil existem locais de visitação e devoção popular que são facilmente  encontradas nos cemitérios, em rodovias ou em locais que estão enterrados seus familiares. Entende-se que essa “visitação” é um aspecto marcante da cultura brasileira, que nunca separou radicalmente os dois mundos: dos vivos e dos mortos. Assim proliferam os símbolos: pessoas levam flores, acendem levas, cantam, fazem orações, deixam mensagens, num ato humano. 

    O que chama atenção é o comercio fúnebre, as pequenas feiras que estão localizadas em frente ao local, sendo comum em várias cidades brasileiras, a quantidade de vendedores ambulantes aglomerados oferecendo aos visitantes infinidades de produtos como santinhos, coroas para túmulos, comida, água, entre outros. 

    É a celebração da saudade e da memoria, a vida se intensifica em torno da morte. 

    Ginevra Gurgel


    A MELHOR DROGARIA DA CIDADE


    DROGARIA WILSON: "UMA FARMÁCIA EM QUE SUA SAÚDE ESTÁ EM PRIMEIRO LUGAR".

    Servindo o melhor para você - medicamentos e perfumaria em geral aceitamos cartões de débito e crédito. Organização Dodora Oliveira Tel.: 3337-2264.


    Acompanhe nossas novidades também no Facebook. Clique para curtir nossa fan Page

    • Blogger Comments
    • Facebook Comments

    0 ► Envie seu comentário:

    Item Reviewed: Dia de Finados é a celebração da saudade e da memoria, a vida se intensifica em torno da morte Rating: 5 Reviewed By: Gidel de Morais

    Seguidores

    Scroll to Top