• ULTIMAS

    Pequenos negócios lideram saldo positivo de empregos em junho

    ICÉM CARAÚBAS | GIDEL DE MORAIS - Agência Sebrae

    Brasília - O Rio Grande do Norte chegou ao primeiro semestre deste ano com um saldo de emprego negativo de 4.804 vagas. As microempresas foram as únicas em que a quantidade de contratações foi superior em 2184 postos de trabalho em comparação com as demissões. Nas demais, as demissão superaram as admissões. As maiores perdas foram no setor agropecuário, cujo saldo foi de 2.871 vagas perdidas, enquanto o setor de serviço foi o único no estado a ter saldo positivo em 2.538 vagas.

    Nacionalmente, as micro e pequenas empresas foram as responsáveis pelo saldo positivo de geração de empregos registrado no mês de junho. De acordo com levantamento feito mensalmente pelo Sebrae com base em números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho, os pequenos negócios abriram 35,8 mil novos postos de trabalho no país, 14,4% a mais que no mês anterior, enquanto as médias e grandes empresas extinguiram 26,7 mil vagas. A Administração Pública incorporou ao seu quadro de servidores 704 pessoas, o que promoveu um saldo positivo total de 9,8 mil empregos no país.

    Trata-se do terceiro mês consecutivo de resultados favoráveis entre empresas de pequeno porte. Este ano, apenas no mês de março, os pequenos negócios demitiram mais do que contrataram. Desde o início do ano, esse segmento criou 211,2 mil postos de trabalho, enquanto as médias e grandes fecharam 162,2 mil. No acumulado do ano, o setor de Serviços foi o que apresentou o melhor saldo: 145 mil novas vagas.

    No último mês de junho, os pequenos negócios da Agropecuária foram os que mais criaram empregos, com 22,6 mil postos. O setor de Serviços ficou em segundo lugar, com abertura de 13,1 mil vagas, puxado pelos pequenos negócios do ramo imobiliário (+8,9 mil postos). O Comércio também teve desempenho positivo, com a geração de 2,4 mil postos de trabalho. As médias e grandes empresas, por sua vez, geraram empregos apenas na Agropecuária. Em relação ao mesmo período do ano passado, houve uma reversão de saldos por parte dos pequenos negócios. Em junho de 2016, as micro e pequenas empresas haviam fechado 13,8 mil postos de trabalho, e as médias e grandes, 78 mil.

    O estado de Minas Gerais liderou o ranking de geração de empregos no último mês (19 mil), seguido por São Paulo (6,2 mil). Consequentemente, a região Sudeste foi a que mais abriu vagas, respondendo por um total de quase 34 mil. A região Centro-Oeste foi a segunda principal geradora de empregos, registrando a criação de 9,8 mil postos. A única região que registrou saldo negativo foi a Sul, puxada pelo Rio Grande do Sul, onde foram extintos praticamente 4,4 mil postos de trabalho.   

    Casa Junior tem tudo de bom para você



    Com mais de 40 anos de tradição no mercado de moveis e eletrodoméstico! Tudo de bom para você, o preço de avista parcelando em 10x sem juros nos cartões de credito.

    Melhor atendimento e entregar e montagens grátis. 

    Casa Júnior.
    Tem tudo de bom para você.



    Acompanhe nossas novidades também no Facebook. Clique para curtir nossa fan Page

    • Blogger Comments
    • Facebook Comments

    0 ► Envie seu comentário:

    Item Reviewed: Pequenos negócios lideram saldo positivo de empregos em junho Rating: 5 Reviewed By: Gidel de Morais

    Seguidores

    Scroll to Top