• ULTIMAS

    Após novos depoimentos, polícia descarta estupro coletivo em Natal

    À polícia, adolescente denuncia que foi vítima de estupro coletivo, mas mudou a versão posteriomente (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)
    A Polícia Civil descartou a hipótese de estupro coletivo contra duas adolescentes na Zona Norte de Natal. O suspoto crime foi denunciado à Polícia Civil no dia 9 de maio por apenas uma das adolescentes. De acordo com a delegada Dulcinéia Costa, titular da Delegacia Especial de Defesa da Criança e do Adolescente (DCA), a outra suposta vítima negou o fato durante o depoimento.

    "Uma das adolescentes procurou a Delegacia de Plantão e denunciou o suposto crime. A versão dela era que ela e uma amiga teriam sido abordadas por quatro homens em um carro, que um deles estaria armado, e que elas foram levadas para um matagal e estupradas", explicou a delegada.

    A adolescente disse ainda que conhecia os envolvidos e sabia onde eles moravam. A Polícia Civil prendeu um dos homens apontados pela jovem como suposto autor do crime. O homem, de 25 anos, negou envolvimento no caso.

    Ainda segundo informações da titular da DCA, a outra adolescente foi chamada para prestar depoimento e negou os fatos. A segunda adolescente, segundo a polícia, disse que realmente esteve com a amiga naquela noite, mas que elas estavam com outras pessoas que não as apontadas pela primeira adolescente e que não houve violência sexual.

    A partir deste depoimento, a polícia convocou novamente a primeira adolescente para esclarecer os fatos. "No segundo depoimento ela negou o estupro coletivo. Ela disse que foi estuprada por este rapaz que foi preso, mas que isso teria acontecido há dois meses", disse Dulcinéia.

    Segundo ela, ficou evidenciado que não houve o estupro coletivo. "Esse segundo fato denunciado por ela, que teria acontecido há dois meses, será apurado. A investigação vai se concentrar nele", disse.
    A Justiça foi informada do novo depoimento da adolescente para analisar a situação do rapaz que foi preso apontado como um dos autores do estupro.


    Fonte: G1 RN

    Assistência Familiar São Luiz



    Caraúbas e região contam com o melhor e mais completo Plano de Assistência da região. Assistência Familiar São Luiz, oferecendo-lhe vantagens em vida, tais como médicos conveniados, descontos em Clínicas médicas, farmácias, dentistas, exames laboratoriais, óticas, lojas de eletrodomésticos e comércio em geral, disponibilizando ainda equipamentos para convalescentes do tipo bengalas, muletas, tipóias, colchões, andadores, cadeiras de rodas e cadeira de banho. 

    Assistência Familiar São Luiz, assistência pós-vida 24 horas com opções de Planos Básico, Clássico e Especial, faça já o seu com os nossos vendedores ou procure hoje o escritório situado na Rua Dona Quitéria Nº 155, Centro – Caraúbas -RN, ou se preferir ligue para os telefones (84) 3337-2365 ou (84) 99940-0900. Informamos ainda que estamos disponibilizando aos nossos clientes novas formas de pagamento, Cartão de Crédito, depósitos em conta, transferência bancária e Boletos Bancários.

    Acompanhe nossas novidades também no Facebook. Clique para curtir nossa fan Page



    • Blogger Comments
    • Facebook Comments

    0 ► Envie seu comentário:

    Item Reviewed: Após novos depoimentos, polícia descarta estupro coletivo em Natal Rating: 5 Reviewed By: Gidel de Morais

    Seguidores

    Scroll to Top