• ULTIMAS

    II Regional de Saúde de Mossoró realiza palestra sobre a água e a sustentabilidade ambiental


    A II Unidade Regional de Saúde Pública (II Ursap), através do Núcleo de Recursos Humanos,  Núcleo de Humanização e Qualidade de Vida no Trabalho – NHQVT,  Núcleo de Capacitação e Núcleo de Vigilância Sanitária promoverá  quarta-feira (29), às 9h, uma palestra sobre a água  e a sustentabilidade ambiental. A palestrante será a sanitarista, engenheira de alimentos, especialista em saúde pública e mestra em ciência animal pela UFERSA, Teresa Emanuelle Pinheiro Gurgel. 

    Estirão presentes ao evento a gerente Michelly Cristiane Cabral de Lima; o coordenador da Equipe Técnica da II Ursap, Tony Santos; a coordenadora de Recursos Humanos, Nida Lira; a coordenadora do Núcleo de Capacitação, Neide Rebouças;  a administradora Karina Maria Soares e profissionais de saúde.

    Segundo a sanitarista Teresa Emanuelle Pinheiro Gurgel necessitamos beber água porque a mesma regula o metabolismo, facilitar o proceso digestivo, aumenta a capacidade física,  auxilia os rins a neutralizar toxinas do organismo, ajuda na lubrificação dos olhos e das articulações, mantém a pele sadia e regula a temperatura corporal.

    “As águas, segundo a Constituição Federal/88, pertencem à União, aos Estados e ao Distrito Federal, de acordo com a localização dos corpos hídricos. São bens da União os lagos, os rios e quaisquer correntes de água em terrenos de seu domínio, que banhem mais de um Estado, que sirvam de limites com outros países, ou se estendam a território estrangeiro ou dele provenham, bem como os terrenos marginais e as praias fluviais. (CF/88, art. 20, III), disse a especialista em saúde pública Teresa Emanuelle Pinheiro Gurgel. 

    “A água é um recurso natural fundamental para a vida. Contudo, com o passar dos anos a sociedade foi usando a água cada vez mais sem a consciência de que um dia ela pode acabar, seja em virtude da poluição, da degradação ambiental e das mudanças climáticas, provocada pelas atividades humanas”, alerta a palestrante. 

    O Brasil detém 13% das reservas de água doce do planeta, porém a taxa de desperdício é elevada e a situação se agrava diante da crise hídrica que o país enfrenta. Não é raro encontrar a despreocupação de escovar os dentes com a permanência da torneira aberta, lavagem de ruas e calçadas com jatos d’água ou a lavagem de veículos com água tratada.

    “A Lei nº 9.433/1997, também conhecida com “Lei das Águas”, que institui a Política Nacional de Recursos Hídricos, cria o Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos, regulamenta o inciso XIX do art. 21 da Constituição Federal. A Política Nacional de Recursos Hídricos baseia-se nos seguintes fundamentos: a água é um bem de domínio público; a água é um recurso natural limitado, dotado de valor econômico; em situações de escassez, o uso prioritário dos recursos hídricos é o consumo humano e a dessedentação de animais; a gestão dos recursos hídricos deve sempre proporcionar o uso múltiplo das águas e a gestão dos recursos hídricos deve ser descentralizada e contar com a participação do Poder Público, dos usuários e das comunidades’, informa a palestrante. 

    A ÁGUA É NORMATIZADA POR TRÊS ÓRGÃOS DO GOVERNO
    Ministério da Saúde: Consumo humano - Portaria n.º 2.914/11 (sendo revisada a cada quinquênio); ANVISA: Água Mineral - RDC 173/2006  e os Conselhos Nacionais de Meio Ambiente (CONAMA) e de Recursos Hídricos (CNRH): Água Bruta - Resolução CONAMA 357/2005. 

    RISCOS DA ÁGUA DOENTE
    Há pessoas que morrem por causa de água contaminada e poluída do que de todas as formas de violência, inclusive guerra. 1,8 milhão de crianças com menos de 5 anos de idade morrem por ano em decorrência da “água doente” – o que representa uma morte a cada 20 segundos.

    Consumo racional de água exige mudança de hábitos culturais
    O consumo racional de água exige que o cidadão se empenhe para mudar hábitos culturais. Um dos maiores desafios do processo de conscientização é justamente lidar com pessoas que não estão dispostas a mudarem suas condutas. 

    DICAS
    escovar os dentes com a torneira fechada e enxaguar a boca com um copo de água economiza-se mais de 11 litros de água em uma casa. 

    No jardim, além do uso de regadores ao invés de mangueiras, é recomendado que as plantas sejam molhadas no início da manhã ou no final da tarde.
    Estar atento aos vazamentos.



    Por: Abdias Duque de Abrantes
    Acompanhe nossas novidades também no Facebook. Clique para curtir nossa fan Page


    Instituto Nossa Senhora do Perpétuo Socorro em Caraúbas/RN


    Com um ensino de qualidade o Instituto Nossa Senhora do Perpétuo Socorro em Caraúbas/RN, tem priorizado o crescimento integral, através da educação, procurando desenvolver as habilidades e competências dos alunos para um futuro de conquistas.  

    Conveniado ao Sistema GEO de Ensino, que favorece o desenvolvimento educacional para o exercício pleno da cidadania. Oferece a seus alunos razões para sonhar com um futuro promissor.  

    Traga seu filho para aperfeiçoar seus conhecimentos para um futuro brilhante.  Tel.: 3337-2479

    • Blogger Comments
    • Facebook Comments

    0 ► Envie seu comentário:

    Item Reviewed: II Regional de Saúde de Mossoró realiza palestra sobre a água e a sustentabilidade ambiental Rating: 5 Reviewed By: Gidel de Morais

    Seguidores

    Scroll to Top