• ULTIMAS

    Crise ameaça sobrevivência de pequenas empresas no estado do RN

    A boa notícia é que a taxa de sobrevivência dos pequenos negócios segue tendência de crescimento no RN | Agência Sebrae | Icém Caraúbas
    A crise econômica teve um forte impacto nos pequenos negócios do Brasil e no Rio Grande do Norte a situação não tem sido diferente. De acordo com projeções do Índice de Sobrevivência, elaborado pelo Sebrae Nacional,a tendência é que, de cada mil empresas abertas em 2014 no estado, 220 encerrem as atividades até o fim deste ano. Em todo o Brasil, estima-se que 600 mil empresas devem fechar as portas até o fim do mês. A pesquisa, que considera até os dois primeiros anos de funcionamento da empresa, estima que, dos negócios criados no RN há dois anos, 78% deles devem continuar em funcionamento. 
    O percentual é levemente é superior ao de 2012, quando o Rio Grande do Norte registrou um índice de 77,6% de sobrevivência dos pequenos negócios após os dois primeiros anos de funcionamento. O estudo divulgado pelo Sebrae mapeou a situação das empresas nas principais cidades do estado com base nos dados de 2012. No caso da capital potiguar, a taxa de sobrevivência é de 77,2%. No interior, a situação se apresenta da seguinte forma: Mossoró 75,9%, Caicó 79,3% e Parnamirim 76,5%.

    Entre os principais motivos listados pelos empresários para o fechamento das empresas estão: altas cargas de impostos, taxas e falta de crédito. A pesquisa foi realizada entre mais de 2 mil empresas e as entrevistas feitas entre julho e agosto de 2016, com uma amostra representativa das empresas constituídas em 2011 e 2012.

    Segundo o levantamento feito pelo Sebrae, o setor no estado com maior índice de sobrevivênci, com base em 2012, é o da indústria, cujo índice de sobrevivência é de 81,3%, seguido do comércio, com uma taxa sobrevivência de 79%. No setor de serviço, a sobrevivência das empresas é da ordem de 75,5% e na construção civil taxa ficou em 71,5%.

    De acordo com a pesquisa, para 31% dos empresários que já fecharam o negócio, os principais motivos foram as despesas com taxas e impostos, os custos e os juros. Além disso, a baixa clientela e a forte concorrência também prejudicaram 29% dos entrevistados. Outros 25% apontaram os problemas financeiros, inadimplência e falta de linhas de crédito como fator que contribuiu para a quebra da empresa. Entre os empresários que fecharam as portas, 52% indicaram que a redução de encargos e impostos evitaria a mortalidade do negócio. Para 21%, o crédito facilitado também teria impedido o fechamento das empresas.

    O objetivo do estudo foi identificar a taxa de sobrevivência/mortalidade das empresas com até dois anos de atividade, no Brasil. Além de analisar dados da situação das empresas criadas nos anos de 2008, 2009, 2010, 2011 e 2012, a publicação também é resultado de uma pesquisa feita entre os meses de julho e agosto deste ano com 2.006 empresas, ativas e inativas, sobretudo as constituídas entre 2011 e 2012. O intuito era identificar os fatores determinantes da sobrevivência/mortalidade desses empreendimentos.


    Acompanhe nossas novidades também no Facebook. Clique para curtir nossa fan Page




    Wilson Agriveterinária! Tudo para o homem do campo e o seu animal

    A Loja Wilson Agriveterinária está localizada na Rua. Dr. Rafael Fernandes, 66, no Centro de Caraúbas/RN e tem tudo para o amigo pecuarista, trabalhamos com as melhores marcas de produtos para pecuária.

    Tudo para o homem do campo e o seu animal, trabalhamos com: Medicamentos em geral, Rações, Motorbombas, motorserras, forrageiras, selas, arreios, botas e muito mais. Passe e confira!!

    Seu animal precisa de alimentação de qualidade, e nós temos o que ele precisa, os melhores produtos, líderes em qualidade.

    Faça-nos uma visita ou entre em contato pelo telefone (84) 3337-2705.
    • Blogger Comments
    • Facebook Comments

    0 ► Envie seu comentário:

    Item Reviewed: Crise ameaça sobrevivência de pequenas empresas no estado do RN Rating: 5 Reviewed By: Gidel de Morais

    Seguidores

    Scroll to Top